Branding: Como o Posicionamento da Marca Influencia nas Decisões de Compra – FCAP JR. Consultoria

Branding: Como o Posicionamento da Marca Influencia nas Decisões de Compra

Nos últimos tempos, as interações entre empresas e consumidores sofreram grandes mudanças. As decisões de compra levam em conta fatores que vão muito além de preço. Marcas precisam se aproximar e criar relacionamentos com os consumidores. Por essa razão, é preciso entender de que forma o público se relaciona e se identifica com as diversas marcas do mercado. Na busca por um brand awareness (reconhecimento de marca) cada vez maior, as estratégias de branding surgem como aliadas de empresas que querem fortalecer sua imagem no mercado, atingindo um número maior de pessoas.

Mas, o que é branding?

É o que chamados de gestão de marca contínua.

Quando falamos em marca, estamos tratando de algo maior que um logotipo, a marca é a percepção dos consumidores sobre uma empresa, incluindo os atributos da mesma (logo, cores, produtos/serviços, etc).

O branding busca o fortalecimento da marca, algo que só se torna possível quando há uma clareza sobre o que a empresa representa, o propósito deve guiar todos os esforços da Organização.

COMO ESTRUTURAR ESTRATÉGIAS DE BRANDING?

1- DEFINIR PROPOSTA DE VALOR

As empresas precisamter uma identidade clara, que demonstre autenticidade e carisma, refletindo sua proposta de valor, ou seja, aquilo que lhe diferencia das demais Organizações. O propósito deve guiar todos os esforços da Organização.

2- POSICIONAMENTO

É importante entender o posicionamento atual da empresa, como se dá a comunicação e relação com os clientes, qual o tom de voz utilizado, e o nível de proximidade da marca perante os clientes. Existem vários tipos de posicionamento que podem ser abordados, portanto deve haver um estudo minucioso do público-alvo, buscando compreender seus hábitos e suas expectativas para, assim, estabelecer um diálogo com o consumidor. As estratégias de marketing devem ser condizentes com as buyer personas da empresa, utilizando canais de comunicação efetivos.

3- COLETAS

É fundamental que sejam realizadas pesquisas com os principais stakeholders da empresa, procurando coletar as percepções de clientes, funcionários, investidores, etc, para entender de que forma eles se relacionam com a marca, verificando se as impressões sobre a empresa condizem com o que ela se propõe a fazer.A partir daí, é possível traçar estratégias mais direcionadas.

4- IDENTIDADE VISUAL

A identidade gráfica e visual da marca é a principal responsável por transmitir a essência da empresa. Ela atribui características à marca que fortalecem o propósito da empresa e agregam valor ao produto ou serviço realizado.

 

Os sentidos humanos (como audição e olfato) são outra vertente que podem ser trabalhados como estratégias, através do branding sensorial. Alguns exemplos de branding sensorial são empresas que possuem assinaturas sonoras, pontos de vendas que possuem uma aroma exclusivo para a loja, ou a utilização da psicologia das cores pelo neuromarketing.

Qual o melhor momento para implementar o branding?

O início do negócio é o momento mais oportuno para definir as estratégias de branding, isso porque essas se tornam mais fáceis e efetivas quando já surgem alinhadas aos valores e propósitos da empresa. Isso não quer dizer que o branding de uma empresa não possa ser reformulado, muito pelo contrário: é essencial que exista o monitoramento de estratégias, para garantir que estas acompanhem as mudanças do mercado, além de conferir se são coerentes com as expectativas dos consumidores sobre a marca.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Agora que você entende a importância das estratégias de branding para a consolidação da sua marca no mercado e sabe por onde começar, só resta colocar em prática! Construir uma marca forte é um ponto essencial para o crescimento da sua empresa!



Deixe uma resposta