Como Descobrir a Cultura Organizacional na Sua Empresa – FCAP JR. Consultoria

Como Descobrir a Cultura Organizacional na Sua Empresa

Certamente você já ouviu falar sobre Cultura Organizacional nos últimos anos. De fato, esse assunto vem se tornando cada vez mais conhecido e as empresas vêm investindo tempo e recursos para compreender melhor sobre, uma vez que agora é sabido que uma cultura bem definida é capaz de alavancar diretamente os resultados de uma organização.

Nessa perspectiva, o mercado passou a demandar um novo tipo de serviço: mapeamento de cultura. Na prática, trata-se de uma nova tendência que promete causar transformações concretas no modo que o mercado funciona hoje em dia. Foi pensando nisso que a FCAP JR. Consultoria desenvolveu uma metodologia própria para a execução de projetos que tenham como foco a Cultura Organizacional das empresas.

 

PRIMEIRO PASSO

Antes de tentar identificar a Cultura Organizacional da sua empresa, você precisa ter um conhecimento mais profundo sobre o conceito de cultura e como se dá o seu processo de formação. Esse entendimento é essencial para a compreensão de cada um dos pontos e, mais ainda, para saber utilizar a cultura como uma força da sua organização.

Então, antes de continuar a leitura deste conteúdo, recomendamos fortemente que você leia um outro conteúdo do nosso blog, clicando na imagem abaixo. A leitura dura apenas 8 minutos e vai fazer toda a diferença para a sua experiência.

PRINCIPAIS TÓPICOS PARA O MAPEAMENTO

Agora que você conhece melhor o conceito de Cultura Organizacional, vamos conhecer como se dá o passo a passo de um projeto de Mapeamento de Cultura. Porém, antes de mais nada, cabe alinhar que cada empresa possui a sua realidade e, com isso, não existe uma única forma para executar o projeto. Para empresas diferentes, escopos diferentes.

Dito isso, vamos conhecer algumas etapas que costumam existir em projetos de Cultura Organizacional.

1) Entendimento do Negócio

Uma fase de estudo profundo sobre a organização, uma verdadeira imersão na empresa. Pede uma proximidade muito grande à área de Recursos Humanos para saber se eles já observam algo relacionado a cultura, ainda que seja um resquício.

Saber como anda o clima entre os membros, analisar Pesquisas de Clima Organizacional e de Satisfação feitas anteriormente, ações que são feitas durante o ano, como funciona o Recrutamento de Seleção e quais critérios são levados em consideração para avaliar os candidatos. Todos estes pontos podem gerar insumos para observar a cultura que está intrínseca na empresa e nos seus colaboradores.

2) Workshop & Sensibilização

A cultura está no cotidiano da organização, desde os afazeres mais simples até decisões estratégicas. Em outras palavras, os insumos necessários para coletar os elementos da cultura da empresa estão nas pessoas que vivem esta rotina: os colaboradores.

Por isso, logo no início do projeto, faz-se necessário um Workshop com a finalidade de sensibilizar todos os membros, explicando o que é cultura organizacional, a sua importância, o quão importante será a opinião de cada funcionário em particular.

De preferência, este workshop, que é preparado e aplicado pela equipe da FCAP JR. Consultoria de forma personalizada para cada empresa, deve ser feito presencialmente com o máximo de colaboradores possível, independentemente do número de funcionários, todos serão importantes, portanto, pode até acontecer de ter mais de um workshop em empresas que as equipes alternam turnos, por exemplo.

3) Pesquisa Quantitativa

É uma fase fundamental do projeto quando a empresa possui muitos funcionários, é o momento em que todos, sem exceção, terão espaço para expor suas impressões, sentimentos e expectativas. Um detalhe importantíssimo é o anonimato da pesquisa, fazendo com que o funcionário se sinta aberto para responder com sinceridade.

Além disso, o método de aplicação vai variar de acordo com a empresa e seus funcionários, há casos em que preparamos um formulário online e enviamos por e-mail para cada colaborador, em outras ocasiões a pesquisa é entregue para cada um impressa pelo fato da pessoa nunca ter feito uma pesquisa online e também acontecem casos do consultor aplicar a pesquisa junto ao funcionário porque ele é analfabeto, por exemplo.

4) Pesquisa Qualitativa

Os questionários são muito importantes por coletar informações de todos os setores da empresa, em cargos operacionais, táticos e estratégicos,  no entanto, nem todos compreendem de forma clara o direcionamento da pesquisa e acabam mudando o foco ou sendo muito superficiais em alguns pontos que necessitam de maior destrinchamento.

Por isso, a pesquisa qualitativa se torna fundamental, pois é o momento em que se extrai as informações mais profundas sobre a cultura organizacional, ou seja, elementos da cultura como rituais, artefatos e valores junto aos colaboradores por meio de focus group. Caso você não saiba o que de fato é um focus group não se preocupe, temos um conteúdo no nosso site explicando esmiuçadamente como funciona, como deve ser elaborado e o quanto traz de insumos. Para acessá-lo basta clicar na imagem abaixo.

5) Reunião com os Guardiões

Após realização de focus group com os funcionários, é feito um focus group com diretores e fundadores da empresa, para entender quais os objetivos da organização quando foi criada, qual a real finalidade da sua fundação. Entender todo um contexto histórico e saber se hoje a empresa se encontra próximo daquilo que foi planejado ou se está distante.

Também é alinhado com os guardiões o que eles pretendem para o futuro da organização, se existe o desejo de realizar algum redirecionamento estratégico e, se sim, como a cultura da organização poderá permitir a execução desses planos.

6) Interpretação da Cultura Organizacional

Este é o momento em que todas as informações coletadas nas fases anteriores farão total diferença. Por meio de cruzamento de dados tanto os quantitativos quanto os qualitativos, unificação dos dados históricos da empresa, de todos os focus group que foram realizados,  todos os insumos são sintetizados e correlacionados para chegar a conclusões palpáveis.

Além de ter os dados e respostas, a equipe do projeto vai buscar compreender o porquê de cada resposta, avaliando as respostas por setor, por nível hierárquico, por unidade da empresa, por cada âmbito possível a fim de encontrar os pontos congruentes e compatíveis com a cultura organizacional da empresa.

Posteriormente, é elaborado um documento com todos estes dados da empresa, todo o mapeamento cultural que foi feito e os resultados obtidos a partir disso.

7) Planos de Ação

Esta fase passa muito pelo desejo dos gestores da empresa, o que eles almejam e como querem alcançar. A partir disso, são traçados planos de ação que podem impactar diretamente em aspectos como o processo seletivo da empresa, ações de endomarketing e posicionamento da marca perante o mercado.

Estes são alguns dos pontos que mais sofrem alteração após um mapeamento de cultura. Porém, existem diversos outros pontos que, por mais que pareçam simples, passam a ser levantadas e fazer toda a diferença. Por exemplo, a distribuição de um manual de cultura para os funcionários, a criação de rituais quando metas são batidas, ascensão de cargo, festividades, formas de reconhecimento… a lista não para.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

De fato, Cultura Organizacional não é um assunto qualquer. Conhecer a fundo a cultura de sua organização é o mesmo que conhecer bem as pessoas que a compôem e quais são as formas de criar um ambiente que engaje e motive os seus funcionários a entregarem cada vez mais resultado.

Assim, se você deseja que na sua organização todos os colaboradores conheçam minuciosamente sua empresa e os seus valor, além de entender o porquê de trabalharem ali, comece buscando formas de formalizar a sua cultura. Caso você você deseje entender mais um pouco sobre o assunto, basta clicar aqui, estamos disponíveis para conversar pessoalmente com você.

 



Deixe uma resposta