Como Preparar a sua Empresa para os Efeitos da Sazonalidade

Como Preparar a sua Empresa para os Efeitos da Sazonalidade

A Sazonalidade de mercado pode fazer toda a diferença nos resultados de uma empresa. É comum ouvir falar de casos em que o faturamento de um negócio foi comprometido por esse fator, mas para outros pode ser uma grande oportunidade de negócio. Neste artigo, falaremos um pouco sobre o que é a Sazonalidade e o que você pode fazer para não se prejudicar, ou até mesmo crescer nos períodos em que ela se mostra presente!

Definição

No mundo empresarial, podemos chamar de Sazonalidade o efeito causado por fatores externos que causam flutuações na demanda por um produto ou serviço ao longo de um período. Essas flutuações têm as mais variadas origens, desde alterações climáticas, crises em geral, eventos periódicos como uma Copa do Mundo, datas comemorativas, etc.

Um exemplo prático de como a Sazonalidade pode impactar o faturamento de um negócio é o mercado de chocolates, que tem um grande crescimento em vendas no período próximo à Páscoa ou o mercado de sorvetes, que tem uma

queda nas vendas no período de Inverno.

Mas, como posso lidar com a Sazonalidade?

1- Reconheça o problema e sua dimensão

Antes de tomar qualquer decisão estratégica, é necessário entendermos quais são as principais causas da diminuição nas suas vendas naquele período.

Como devo fazer isso?

Para este fator, não existe segredo ou fórmula mágica. Você, como gestor, já deve ter percebido quais são os períodos em que suas vendas sofrem uma queda ou têm um aumento significativo. Em seguida, basta consultar os números. Observe sua base histórica de resultados e identifique quais são os períodos que apresentam irregularidades e qual o impacto que estão trazendo para sua empresa.

Tendo esses dados em mãos, é interessante que você elabore um planejamento, de preferência no começo do ano, de forma que você consiga prever esses momentos de baixa e tenha planos de contingência para enfrentá-los da melhor forma.

2- Não tome medidas desesperadas

Quando a empresa está num momento de baixa, é muito comum vermos gestores fazendo as mais variadas ofertas com o intuito de atrair clientes para o seu negócio. O problema é que em muitos desses casos essas ofertas são elaboradas sem nenhuma estratégia, podendo ser prejudicial para o seu negócio e fazendo com que ele tenha um prejuízo ainda maior.

A ideia é utilizar descontos como último recurso.

Ao invés disso, crie campanhas com antecedência, garanta que sejam vistas e que sejam muito atrativas. Pois, quando ocorrer a diminuição no fluxo de vendas, você já vai estar preparado.

3- Treine sua equipe

Estar com uma equipe competente, alinhada e treinada para períodos de Sazonalidade é essencial para que os colaboradores não se sintam desmotivados. Dessa forma, você pode garantir um bom desempenho da equipe e evita que a dinâmica de trabalho e suas vendas sejam prejudicadas.

Crie o mindset de que em tempos de dificuldades é que devemos nos desafiar, pensar fora da caixa e inovar na hora de vender.

Uma boa prática é criar formas de reconhecimento e premiação desses colaboradores, sendo um estímulo para que continuem animados e com sede de resultados.

4- Tenha uma reserva de capital

Ter um capital de reserva é um fator muito importante tanto para reforçar o estoque num cenário de Sazonalidade positiva, quanto para se prevenir contra possíveis prejuízos nos momentos de sazonalidade negativa. A desatenção sobre esse ponto é um erro cometido por muitos empresários. É recomendado guardar algo em torno de 30% do lucro mensal obtido na empresa para que os períodos de sazonalidade sejam enfrentados com segurança.

5- Atente-se a pequenas sazonalidades

Muitos empreendedores se perguntam se vale a pena investir nesses curtos períodos ou não. A resposta é: Depende.

Podemos usar o clássico caso do Açougue numa Sexta-feira Santa. Será que vale a pena para este açougueiro investir na compra de peixes para esse dia específico? Comprar peixes, notificar seus clientes que estará vendendo-os e convencê-los a comprar em seu estabelecimento ao invés de ir a uma peixaria. Provavelmente o investimento não traria um retorno satisfatório e seria mais interessante apenas fechar o açougue naquele dia.

O fato é que, datas comemorativas, estações do ano e feriados sempre irão existir e caso você tenha um produto ou serviço que considere sazonal, haverá duas opções: Correr riscos ou estar preparado.

É necessário entender muito bem sobre o seu ramo de atividade e se planejar com antecedência, de forma que você consiga prever as possíveis oscilações do mercado. Através disso, você poderá traçar estratégias não só para aproveitar os momentos de Sazonalidade positiva, mas também enfrentar com maior tranquilidade os de Sazonalidade negativa.

 



Deixe uma resposta